Meu aniversário estava chegando. Meu namorado sabia que adoro comemorações. Uma semana antes da data recebi uma mensagem. “Gata, estou preparando uma surpresa pra você! Vou me segurar pra não te contar antes da hora”. Fiquei louca imaginando o que seria, pensei em quase tudo, de passeio de helicóptero a uma festinha com os melhores amigos. Mas sinceramente não cheguei a imaginar no que aconteceu. 

Chegou o grande dia. Quando deu meia-noite o telefone apitou. “Linda, você é um presente na minha vida. Contando os minutos pra te encontrar. Te pego às 17:30 no seu trabalho”. O que esse homem estava planejando? Nem consegui trabalhar direito. O dia arrastou e finalmente chegou a hora. 

Quando ele chegou eu já estava na rua esperando por ele. Recebi um abraço longo, um beijo molhado e demorado. Ele me deu uma plantinha suculenta. No cartão estava escrito, você é a mulher mais suculenta que já conheci! Te amo! Me derreti toda. Ganhei mais beijo, mais abraço e uma venda nos olhos. A curiosidade já tinha tomado conta da minha alma há uma semana atrás agora ela tomou o meu corpo e meu coração começou a bater mais acelerado. 

O gato colocou o álbum Erotica da Madonna pra tocar e eu já comecei a pensar que a surpresa tinha a ver com putaria. Ele falou bem no meu ouvido “Preparada para uma noite de muito amor e tesão?” Ele me deu um cheiro e apertou minha coxa bem perto da minha buceta. Cara, que loucura. O que ele estava planejando? 

Ele foi dirigindo calado e eu enchendo o saco dele. “Nossa, não chega? O que você tá aprontando? Meu Deus, não estou aguentando de curiosidade”. E ele só me respondia, “calma, calma, tenho certeza que você vai gostar”. 

Depois de uns 30 minutos, que calculei de acordo com a quantidade de músicas que tocou, chegamos. Escutei um barulho de garagem fechando. Ele me pegou pela mão e me falou. “Vem devagar e cuidado com a escada”. Ele abriu uma porta e me sentou em uma cama. Por causa dessa configuração já saquei que estávamos em um motel. Só de saber disso já gostei. Adoro um motel e já imaginei que a noite prometia. 

“Tenho certeza que você já sabe onde estamos. Mas isso é só o ínicio da surpresa”. Ele pegou um lenço e amarrou as minhas mãos e me prendeu na cama. Ele nunca tinha feito isso porque sabia que Bondage não fazia parte do meu cardápio de fantasias. Mas comecei a achar aquilo profundamente sedutor e embarquei na ideia. 

Ele falou brincando. “Não sai daí que vou buscar sua surpresa”. Ele passou a mão de leve no meu corpo todo e apertou a minha buceta por cima da minha calcinha. Colocou uma música e desceu a escada. Em poucos minutos senti uma pluma passando pelo meu corpo e um cheiro diferente no ar. Fui contorcendo o meu corpo de tesão e curiosidade. Senti uma mão me tocando e não era a do meu namorado. Comecei a imaginar quem poderia ser. Era uma mulher, pelo tamanho da mão, calor da pele, pressão do toque e pelo cheiro com certeza era uma mulher. Não disse nada, fiquei sem palavras. Fiquei pensando em quem seria, as possibilidades não eram muitas. Já tínhamos conversado sobre o assunto antes e tinha deixado bem claro que a ideia de um ménage com uma mulher me interessava muito e queria que fosse com uma amiga, uma pessoa que eu me sentisse à vontade e tivesse confiança. 

Com os olhos ainda vendados o meu namorado começou a beijar a minha boca e a moça começou a tirar a minha roupa bem devagar beijando cada pontinha do meu corpo. Que loucura. Depois que fiquei completamente sem roupa meu namorado começou a me desamarrar mas antes de eu colocar a mão em qualquer lugar ele segurou os meus braços e me virou de bruços. As mãos da maravilhosa percorreram todo o meu corpo enquanto ele me segurava e falava umas putarias deliciosas no meu ouvido. “Estamos só começando, hoje você é nossa. Sua gostosa, adoro ver seu corpo tremendo de tesão. Quer pra saber quem está aqui? Ela é uma delícia”. Eu já não sabia o que dizer, só gemia e pedia pra deixar eu ver. 

“Eu vou deixar daqui a pouco”. Quando ele falou isso a mulher começou a passar de leve a língua perto da minha buceta. Que delícia de língua. Ela me chupou como só uma mulher sabe chupar a outra. Mudava de lugar, pressão e ritmo usava os dedos, as mãos, o corpo todo. Quando eu estava quase gozando ela parou e me falou. “Nossa amiga, você é deliciosa”. Reconheci a voz e fiquei animadíssima. Era uma das minha melhores amigas, ela era linda, divertida e muito sexy, mas não sabia que ela sacava tudo de mulheres. A primeira coisa que falei foi de amiga para amiga. “Nossa, não sabia desse seu lado lésbico, que delícia. Porque não me contou isso antes”. Ela respondeu, “Eu também não sabia, é a primeira vez que fico com uma mulher. Não podia ter tido mais sorte”. 

Depois que a revelação foi feita meu namorado soltou os meus braços mas pediu pra que eu não tirasse a venda. Dei um beijo demorado naquela boca linda, cheirei o cabelo da minha amiga e passei a mão naquela bunda redonda e macia. Ela ainda estava vestida com um vestido justo e curtinho. Os homens tem razão não tem nada mais hipnotizante do que o cheiro de uma mulher e nada mais gostoso que passar a mão em uma bundinha feminina. Quando eu achei que ia começar a fazer alguma coisa ela me pediu. “Agora vem a segunda parte da sua supresa. Fica aí deitadinha que volto já”. Ela se afastou e demorou alguns minutinhos. 

Quando ela voltou veio por cima de mim e senti que ela estava usando uma strap-on (aquelas calcinhas com piroca), own, isso eu não imaginava! Ela chegou no meu ouvido e me disse, “vou te fuder todinha”. Ela penetrou gostoso, finalmente meu namorado tirou minha venda. 

Não sei o que dizer quando olhei nos olhos da minha amiga me comendo. Depois de olhar pra ela vi meu namorado com aquele pau maravilhoso do meu lado e pedi, “quero te chupar”. Fiquei de quatro e minha amiga me penetrou de novo agora com mais velocidade enquanto eu sugava o meu namorado. Mas não foi por muito tempo. Ele me pediu pra parar e me disse que o dia era todo meu e começou a esfregar o meu clitóris e eu gozei com todas as minhas forças. 

A noite estava só começando e foi perfeita. Teve de um tudo. Chupei a minha amiga com vontade. Meu namorado me comeu gostoso. Beijei deliciosamente a boca dele enquanto ele fodia a minha amiga. Chupamos o pau dele juntas (se eu fosse homem não morreria sem ter esta experiência na vida). Esquecemos da hora e rimos muito enquanto eles me contavam como combinaram aquilo tudo. Ela vindo no porta-mala, como combinaram com o motel de não falar nada na portaria e sobre se eu ia gostar ou me assustar com a amiga com piroca. 

Perdemos a noção do tempo, o dia clareou. Pedimos um café da manhã maravilhoso e tomamos um banho juntos aproveitando os último minutos antes de ir embora. Nem nos meus  loucos sonhos pensava em realizar tantas fantasias em uma noite só.

 

Adoro Surpresas! E essa foi inesquecível.

 

M.I., 29 anos, sexy e sortuda