Remedinho para loucura

Viajemos até 1860, nesta época era prescrito por médicos psiquiatras orgasmos para a cura de uma doença mental chamada histeria. As mulheres diagnosticadas com este tipo de perturbação frequentavam consultórios com hora marcada onde sistematicamente eram bolidas para aliviar as agruras da doença. 

Então em 1869 um médico americano com as mãos cansadas, George Taylor, inventou o primeiro vibrador a vapor. Era uma coisa enorme que só era usada em consultórios médicos. Em 1883 Joseph Granville trouxe a eletricidade para a parafernalha diminuindo consideravelmente seu tamanho.  

Em São Francisco tem um Museu do Vibrador super interessante. Se eu passar por lá com certeza vou visitar. 

Clique na imagem pra ver os principais modelitos ao longo do tempo, uns parecem um secador, outros uma furadeira.

 

Na Prateleira com a Torradeira

Alguns anos depois, no início do século XIX, a empresa americana Hamilton Beach patenteou o primeiro vibrador elétrico. Até mais ou menos 1930 os vibradores eram vendidos como massageadores junto com torradeiras e aspiradores de pó. Eles eram usados por mulheres e também por homens e seu uso era subentendido. Nos anúncios se propagava as maravilhas do produto a favor da beleza e do bem-estar. As moças de família usavam para relaxar e o objeto não tinha formato fálico muito menos conotação sexual explícita. 

Vibrador para massager (sei) as moças recatadas.

 

Pura Sacanagem

Os massageadores começaram a aparecer em filmes pornográficos e a turma da moral e dos bons costumes tirou o produto das prateleiras dos supermercados. Os vibradores não pararam de ser fabricados. Eles foram para o submundo e seu uso passou a ser claro mesmo que às escondidas. A primeira Sex Shop foi criada em 1962 por uma alemã, Beate Uhse, que precisou abrir mão da sua carreira de piloto porque estava grávida. 

 

Liberdade e Design

 “Daqui pra frente tudo vai ser diferente”. Depois de uma das maiores invenções da humanidade, a pílula anticoncepcional, as mulheres deram seu grito e bradaram seu direito à liberdade e ao prazer. Nos anos 70 a explosão de cores e a juventude tomou conta da cultura. Nestes anos loucos surgiram os vibradores divertidos criados para puro deleite da mulherada que redescobriu o brinquedinho sexual. Para nossa alegria as Sex Shops se tornaram populares e os vibradores um sucesso. 

Olha que clip maravilhoso do Dorian Electra com a história do vibrador ao longo das décadas!

 

Sex and the city

Nos anos 90 o seriado Sex and City popularizou o modelo Rabbit. Este modelito ficou famoso porque estimula o clitóris e a vagina ao mesmo tempo. O design inspira até hoje os vibradores mais amados do momento.

Em 1996 foi criada na Alemanha uma das fábricas mais famosas do segmento, a Fun Factory. A marca é responsável pelos toys (novo nome para vibradores) mais tecnológicos e lindos da atualidade como o Lady Bi e o Miss Bi. Eles tem a mesma ergonomia do Rabbit mas são mais elegantes e não usam pilha, recarregam com USB. Além de a prova d’água eles possuem uma trava para você andar com o vibrador na bolsa e ele não ligar na revista do aeroporto. Essa maravilha do design tem vibrador duplo e 6 velocidades em cada um dos vibros, permite um monte de combinações e você ainda pode gravar sua sequência favorita. 

 

Tamanho não é documento

Não é novidade que estamos vivendo uma febre dos toys. Os indicados para as iniciantes são os pequenos que satisfazem. Se vibra não precisa de ter tamanho. Vibrador é mais gostoso por fora do que por dentro. E para usar com o boy é super indicado. Enquanto o moço penetra o vibrador vai no clitóris. Vida. Eles parecem brinquedo de criança. Mas são brinquedos de gente grande que vibram em várias velocidades. Os toys pequenos e fofos apresentam uma vantagem extra, se você é mãe e seu filho achar isso em algum lugar não vai levantar suspeitas.

Clique na imagem para conferir mais no nosso site

Outro modelo divertido é o que parece um controle remoto como o Laya da Fun Factory, super elegante e discreto. Delícia para esfregar em dupla, maravilhoso para casais de mulheres. 

 

Eles também querem

E por falar em penetração os anéis penianos com vibradores estão fazendo o maior sucesso. Além de dar aquele up na hora H o anel dá uma segurada na ereção. Os toys elegantes para o público masculino também são uma tendência. Afinal eles também merecem. O mais novo lançamento para alegria dos rapazes é o Manta da Fun Factory. Chiquérrimo!

Pra usar sozinho ou acompanhado!

Se já não é apaixonada por sex toys, como eu, você precisa experimentar essa alegria. As opção são muitas e o prazer é garantido.

 

J.A., 37 anos, Designer e Colecionadora de Toys